Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Visto de cima - Concentrador Solar Gemasolar em Sevilha

Mäyjo, 13.06.18

Gemasolar_Thermosolar_Plant_reduced.jpg

O Concentrador Solar Gemasolar em Sevilha, Espanha, têm 2650 espelhos heliostáticos que concentram a energia térmica do sol para aquecer o sal derretido que flui através de uma torre central de 140 metros.

O sal fundido circula então da torre para um tanque de armazenamento, onde é usado para produzir vapor e gerar eletricidade.

No total, a instalação substitui aproximadamente 30000 toneladas de emissões de dióxido de carbono por ano.

 

Fonte da imagem: DigitalGlobe

Cultivo de mexilhão

Mäyjo, 10.05.17

2bc45e4d-36f3-4c13-835f-5cbd30b16176.jpg

Galiza, Espanha

42.576312, -8,859047

 

Cultivo de mexilhão na Ria de Arousa estuário salino na costa da Galiza.

Jangadas flutuantes têm o viveiro, onde os moluscos crescem em cordas até terem o tamnho suficiente para serem colhidos.

A produção de mexilhões prosperou aqui porque há uma concentração geralmente alta do fitoplâncton na água, proporcionando aos mexilhões uma boa dieta rica em proteínas.

Plasticultura

Mäyjo, 14.04.17

d2441fc0-0333-431e-a731-1321e46e7586.jpg

Almeria, Espanha

36,715441373 °, -2,721484966 °

 

As estufas - também conhecidas como plasticultura - cobrem aproximadamente 20.000 hectares de terra (mais de 75 milhas quadradas) em Almeria, Espanha.

O uso de cobertura de plástico é projetado para aumentar o rendimento do produto, aumentar o tamanho do produto e encurtar o tempo de crescimento. Para ter um sentido de escala, esta visão geral mostra aproximadamente seis milhas quadradas.

A CIDADE ESPANHOLA QUE GERE TODOS OS SERVIÇOS PÚBLICOS PELO TWITTER

Mäyjo, 09.01.17

twitter_SAPO

A cidade de Jun, em Granada, é a primeira do mundo a gerir todos os seus serviços públicos através do Twitter. Com apenas 3.500 habitantes, a cidade tem um passado ligado à inovação comunitária, na forma como integra os seus habitantes com a administração pública, e esta nova estratégia de atendimento aos munícipes não foge à regra.

 

“O Twitter criou a sociedade ao minuto: perguntas rápidas e respostas rápidas… decidimos que todos [os funcionários públicos] têm que ter uma conta [lá], para que possam ver se as pessoas valorizam o seu trabalho”, explicou o mayor de Jun, José António Rodríguez [na foto], ao Guardian.

Ligados ao Twitter, os serviços públicos podem responder rapidamente às dúvidas dos cidadãos, disseminando todas as informações que lhes possam interessar – cerca de 600 habitantes de Jun já assinaram o serviço e podem partilhar informações sobre crimes, reservar salas para reuniões na câmara municipal, identificar lâmpadas que estejam fundidas e até marcar uma consulta no médico.

Os cidadãos mais idosos, menos representados nas redes sociais, estão também a ser incentivados a utilizar o Twitter – alguns estão a ter aulas para esse efeito. Na verdade, toda a cidade tem wi-fi e existem computadores que podem ser utilizados na própria câmara municipal, por isso não existe nenhuma discriminação na utilização desta nova forma de comunicação.

Neste novo panorama mediático, o varredor municipal é a grande atração do Twitter de Jun – os cidadãos não param de lhe agradecer o serviço e chamam-no à atenção para novos locais que devem ser limpos.